Saidinha para espairecer

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-espairecendoDica da mamãe: Compras, compras e mais compras… Que não são para você.

mamãe de primeira viagemSe você tem ou pensa em ter filhos prepare-se para incluir na sua rotina muitas idas ao supermercado.

Primeiro porque o bebê não come a mesma comida que os adultos, segundo por que eles precisam sempre de legumes frescos, que estragam facilmente, e terceiro que o desperdício de comida é inevitável no inicio, hora por que o bebê não quer comer e a comida não pode ser reutilizada e hora por que ele faz a maior lambança. A Bia, joga comida até no teto.

Sabemos que até os 6 meses, o bebê deve se alimentar apenas de leite materno, mas de qualquer forma, a mamãe precisa comer muito bem e saudável para que consiga manter a energia necessária para amamentar. O que acarretará em muitas idas ao supermercado.

Algumas dicas:

  • Já que sempre terá que ir ao mercado, coloque na agenda semanal um dia especifico já previsto, e para não comprar itens em excesso, crie um cardápio, com o menu da semana.
  • Congele algumas papinhas para os dias mais atolados, que não terá tempo para cozinhar.
  • Alguns legumes podem ser congelados como cenoura, pimentão, vagem, brócolis e espinafre. Mas devem ser lavados, cortados e escaldados antes de serem congelados.
  • Congele em potinhos pequenos, do tamanho de cada refeição sua ou do bebê.
  • Sempre que puder, faça uma comida fresca, pois além de ser mais saudável, fica mais saborosa para os pequenos.

Em tempos de crise temos que ter muita atenção para economia doméstica, evitando ao máximo compras e desperdícios desnecessários.

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Bebê em fuga

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-bebe-em-fuga

Dica da mamãe: bebê ligeirinho
mamãe de primeira viagemA troca de fralda sempre foi algo tranquilo para gente. Aquele serzinho paradinho e todo maleável, obediente, às vezes até levantava as perninhas para ajudar. Mas eles crescem.
E agora a troca acontece mais ou menos assim:
  •  Você sente aquele cheirinho de fralda suja e torce para que seja apenas xixi.
  •  A Bia está muito grande, então o trocador já não serve. Agora é na cama mesmo (sorte que a cama é alta).
  • Você põe o bebê, tira a fralda e limpa o bumbum com muita relutância da parte dela.
  • E quando é o número dois? Não tem jeito, direto pro chuveiro!
  • Então, com o bebê limpinho na cama, você se distrai durante um segundo em busca do creme antiassadura. Quando volta pra finalizar o trabalho… Cadê o bebê?
  • Tem um bebê pelado em fuga pela cama.
  • Começa então uma maratona para conseguir passar o creme e colocar a fralda limpa.
Quem ouve os berros acha que estão torturando um bebê.
Ao final de tudo, você está exausta e adivinha só? É apenas a primeira troca de fralda do dia! rs
A dica de hoje é: tenha sempre em mãos algo com que o bebê não brinca muito e deixe com ele na hora de trocar a fralda. Assim você consegue alguns segundos de vantagem.
contribua com o pipipum
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Aniversário da mamãe

aniversario mamae da familia pipipum

A noite das improbabilidades

pai de primeira viagemEstava no meio da semana, e eu voltava para casa depois de um dia de trabalho, nem me passava pela cabeça em não ir para casa pois estava exausto, mas um amigo que nunca aparece chamou para tomar uma cerveja. Resolvi ir, fomos a uma festa na universidade que frequentei, e fazia muito tempo que não voltava lá.

Festa estranha com gente esquisita, estava meio deslocado quando alguém me apresentou uma menina que se interessava por quadrinhos e animação. Trocamos contatos e um tímido olhar.

Mal sabia eu que esta noite mudaria nossas vidas para sempre!

A partir dai, foi um festival de desencontros, onde ou eu ou ela nunca estávamos disponíveis mas o trabalho acabou nos unindo. Recebi uma proposta para um projeto de animação e precisava de um parceiro para a produção.

E na semana seguinte começamos a trabalhar juntos, passamos quase uma semana trancados em uma sala, tinhamos pouco prazo, e pra mim era mais difícil conseguir me concentrar com aquela “colega de trabalho” que me despertava tanto interesse.

Entre uma cena e outra da animação, um beijo e no mês seguinte já brincávamos sobre qual seriam os nomes dos nossos filhos.

Foi um turbilhão!

E de repente, somos a Família Pipipum. Com tantas histórias divertidas, emocionantes e improváveis!

Hoje, essa menina dos quadrinhos, a mamãe da Bia e meu amor completa 28 aninhos! E eu só tenho a agradecer a ela por tudo que ela representa para mim.

Parabéns meu amor!

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Beijinhos de neném

beijinhos de neném

Dica da mamãe: Novas descobertas

mamãe de primeira viagemOs primeiros 6 meses do bebê são tão intensos que até parecem uma eternidade. É um momento cujo foco é a constante busca de um equilíbrio entre os pais “recém-nascidos” e o novo integrante da família. Eu diria que as descobertas nessa etapa são dos pais: o que o choro do bebê quer dizer, como trocar a fralda, o que ele está sentindo etc.

Quando chega aos 6 meses (às vezes até menos), no entanto, é o bebê que de fato começa a mostrar mais personalidade e a compreender as coisas. Temos então uma grande nova mudança nesse período para toda a família, pois agora é o momento de o bebê deslindar o mundo à sua volta. Ele descobre que pode se sentar, se arrastar, rolar, engatinhar e isso tudo o estimula mais ainda a outras aventuras. Porque o bebê começa a perceber o espaço a sua volta e com isso a vida dos pais dá uma pirueta tão grande que até esquecem que pouco tempo atrás ele só ficava ali, quietinho, mamando e dormindo. E cada novidade do bebê deixa os pais mais babões do que nunca.

A Bia aprendeu a mandar beijinhos recentemente! A gente até fica meio sem graça na rua: ela sai distribuindo beijinhos para todo mundo. Dá para ver até as “flechinhas de cupido” acertando os corações. Mas o momento mais desconcertante de todos é quando faz algo que sabe que é errado. Antes que a gente consiga dar uma bronca nela a Bia abre a boquinha com quatro lindos dentinhos e manda aquele beijinho “smack!”, acompanhado de um belo sorriso sapeca.

Gente! Não dá! Não aguento! Ela me desarma totalmente. Eu sei que devo me manter firme, mas é tão difícil… Eu me derreto na hora! “Vomito arco-íris” todo dia. E a cada nova interação é uma felicidade tão grande que dá vontade de sair berrando pra todo mundo: TENHAM FILHOS!!! (Risos)

Então, para aqueles que têm dúvidas se querem ou não ter filhos, digo… sim! Tenham SIM!!! É uma experiência única na sua vida que irá te fazer arrancar os cabelos e depois sorrir de felicidade. É uma coisa muito louca, impossível de explicar. Só sentindo para entender! E você se sentirá tão vivo, tão completo, e sua compreensão de mundo irá se renovar de tal maneira… Bem… pelo menos é o que sentimos aqui em casa. 😉

É muito curiosa a mudança interna que experimentamos. Um turbilhão de sentimentos onde você sente de tudo. Dá vontade de rir, de chorar, você se estressa, se acalma e, acima de tudo, AMA, ama MUITO.

Sinto muito caso tenha sido muito “melosa”, mas, como podem ter lido, eu precisava compartilhar aqui a alegria que sinto de ser mãe! E gostaria muito de ouvir de vocês também: como é ser pai ou mãe pra você?

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Peito de pombo

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-fazendo_birraDica do papai: Peito de pombo.

pai de primeira viagemE não é que aquele pinguinho de gente agora aprendeu a desafiar a gente?

Se não quer mais comer o papá, não está mais afim de brincar com determinado brinquedo, foi impedida de colocar as mãozinhas em um objeto perigoso ou se entediou de ficar esperando para tocar de fralda, ela joga os bracinhos pra trás, empina o peito e faz cara de brava. O olhar é incrivelmente desafiador.

Confesso, não tenho maturidade pra isso. Rs, pois com essa demonstração de desafio, deveria, segundo algumas literaturas educacionais me manter firme, mas inevitavelmente caio na gargalhada…não existe nada mais fofinho do que um neném bravo.

Enfim…ainda não temos uma dica para lidar com isso, mas acreditamos na criação com apego, dar carinho ao invés de um bofetão ou castigo, damos mais afago a ela nestes momentos de tensão, mas tentando se manter firme, pois a criança precisa que sejam impostos alguns limites, para o bem de sua criação.

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail