Livre demanda

livre demanda

Está mais do que comprovado que devemos amamentar por “livre demanda”. Trata-se de amamentar sempre que o bebê solicitar, pois, além de mamar o equivalente a uma bolinha de gude (Fonte: Amamentação: Bases científicas) nos primeiros dias, seu organismo ainda está se desenvolvendo e a digestão do leite é muito rápida. Logo, ele precisa mamar muito!

No entanto, temos de concordar que é uma fase muito desgastante para as mamães que acordam pelo menos duas vezes na madrugada para amamentar. Mas, com o decorrer dos meses, o bebê passa a dormir por mais tempo e a mamar menos de madrugada.

Nosso amigo revisor tem uma dica bem legal para ajudar nessa fase:

Dica do Amigo Revisor: O Sono da Noite

revisor amigo dos pais de primeira viagem

Quando a Milena nasceu, a cada meia hora ela acordava reclamando de alguma coisa que nós, os pais, enlouquecidos, tentávamos adivinhar o que era. Mas sempre, sempre dormiu o soninho dos justos à noite, o que desde o começo foi um alívio pra gente. Raramente levantamos mais de uma vez de madrugada para “socorrê-la”. Quando acontece é fome, e aí basta amamentá-la direitinho que ela volta a dormir.

Esse reloginho só deu certo graças à disciplina nos horários da alimentação e dos cochilos durante o dia. Sempre comeu e dormiu mais ou menos no mesmo horário, e, pra nossa felicidade, o mesmo esquema vale pra noite. Assim, conseguimos, todos, dormir numa boa, sem mais problemas.

Se o seu bebê acorda muito de madrugada, pode ser que algo está fora do eixo. Observar os horários em que o bebê mais requisita vocês, papais e mamães, talvez ajude a montar uma estratégia vencedora para garantir que todo mundo descanse na hora certa.

Related posts:

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *