Maratona Dia dos Namorados

pais de primeira viagem

Dica do amigo revisor: Netflix

revisor amigo dos pais de primeira viagemHum… esse friozinho gostoso… aquela vontade de ficar bem juntinho no sofá (aproveitando o soninho do bebê, que deu uma trégua pro casal)… aquele clima todo, ainda mais com a proximidade do Dia dos Namorados… Com tudo quieto e ninguém olhando, nada melhor do que curtir… uma sessão de Netflix!

Pois é, com tanta correria no dia a dia do papai e da mamãe, tentando conciliar a rotina profissional de freelancer com as obrigações da casa e o chameguinho do bebê, na hora de relaxar um pouco uma ótima pedida é explorar com atenção o enorme catálogo da Netflix. O conteúdo para as crianças, aliás, é o que mais nos chamou atenção. Tem de tudo, desde educativos até longas de animação e musicais.

Nós, aproveitando a proximidade do Dia dos Namorados, separamos três boas pedidas pra ver agarradinho no sofá da sala ou deitado sob as cobertas no quarto (hehehe). Olha só, pessoal:

Love (Judd Apattow e Paul Rust, 2016)
Mickey (Gillian Jacobs), a produtora de um programa de rádio, e Gus (Paul Rust), que dá aulas particulares para uma temperamental atriz mirim, se esbarram numa loja de conveniência numa situação insólita e decidem se conhecer melhor – apesar de ambos terem acabado de sair de outros relacionamentos. A série, original da Netflix, tem 10 episódios de cerca de 40 minutos e é daquele tipo que você acaba vendo de uma vez só.

Meia-noite em Paris (Woody Allen, 2011)
Passeando por Paris com sua noiva Inez (Rachel McAdams) e os sogros, o roteirista de Hollywood Gil Pender (Owen Wilson) busca inspiração nos escritores da “Geração Perdida” para se tornar ele mesmo um escritor de verdade. Num passeio solitário, por volta da meia-noite, Gil se vê transportado para a Cidade Luz dos anos 1920 e conhece de perto seus ídolos, como Ernest Hemingway e F. Scott Fitzgerald, com quem faz amizade e troca impressões literárias. Ele acaba se apaixonando por uma moça do passado (Marion Cottilard), que compartilha com ele a mesma nostalgia de um tempo que não viveu.

Amor sem escalas (Jason Reitman, 2009)
O executivo Ryan Bingham (George Clooney), cuja função é demitir pessoas, tenta convencer Natalie Keener (Anna Kendrick), que criou um novo sistema de demissão por videoconferência, de que esse sistema é um desastre. Eles então saem em viagem para visitar diversas empresas e Ryan busca provar que, na verdade, seu jeito “old school” de demitir as pessoas ainda é o ideal. Numa dessas viagens, Ryan conhece Alex (Vera Farmiga), outra executiva que também ganha a vida viajando pelo país, e os dois logo se veem atraídos um pelo outro.

Bem, essas foram só algumas dicas de conteúdos dos quais gostamos muito, mas vocês em casa fiquem à vontade para explorar a Netflix – mas sem acordar o bebê, rs.

Related posts:

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *