Leiam para seus bebês

monstros na barriga

Dica da Mamãe: Leiam muitos livros!

mamãe de primeira viagem

A leitura é muito recomendada desde de muito cedo. E assim fazemos aqui desde quando a Bia estava na barriga. Para nossa surpresa, descobrimos que ela adora livros! Toda vez que pego um livro, ela fica superfeliz, vira as páginas, tenta pegar os desenhos e até beija os bichinhos. Por isso, livros de papel mais duro, de pano ou de plástico são muito indicados para esse início.

Por falar nisso, recentemente, ganhamos um livrinho que achamos lindo e sobre o qual gostaríamos de falar.

Entender o que os filhos estão sentindo é um desafio diário diário para os pais. Mas, para as crianças, sentimentos também são novidades. Até entenderem por que estão ansiosos, irritadiços, amáveis ou felizes e como devem se expressar em cada situação… Isso tudo leva um tempo. Por isso, a pedagoga Tônia Casarin escreveu Monstros na barriga para auxiliar as crianças a entenderem esses sentimentos.

O livro Monstros na barriga conta a história de um menino que vê os sentimentos como monstrinhos na barriga e resolve dar nomes a eles. Assim ele convida os leitores a dar nomes e a imaginar a aparência de cada um deles. Um livro encantador, ilustrado com esculturas feitas de papel.

Abaixo a autora fala mais sobre o livro:

Escrever para crianças é um desafio e tanto.

Sempre quis escrever um livro. Acho que aquele velho ditado de que todo mundo deveria plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho, ficou na minha cabeça desde a primeira vez que ouvi isso. A árvore eu plantei quando era pequena. O livro seria o próximo desafio. O filho fica para um pouco mais tarde.

Decidi escrever um livro infantil. Achei que pudesse ser mais fácil. Ledo engano. Escrever para crianças é um desafio e tanto.

Numa espécie de autobiografia não autorizada, retrato um pouco dos meus sentimentos nesse livro. Com uma linguagem infantil. Não preciso nem dizer que  meus sentimentos ficam na minha barriga. Alguns um pouco mais pra cima, outros um pouco mais para baixo. Mas todos vivem lá. E para lidar melhor com eles, eu dava nome a cada um dos sentimentos que viviam na minha barriga. Na verdade, eu visualizava esses sentimentos como monstrinhos. E por que não ensinar as crianças a identificarem seus sentimentos da mesma forma que eu fazia? – apesar de já ser adulta.

Nesse livro, integro meus monstrinhos com a teoria de desenvolvimento de inteligência emocional, minha paixão e o foco dos meus estudos. A inteligência emocional melhora a auto-estima das crianças, reduz o bullying, a raiva e a ansiedade, além de reduzir a agressividade e a depressão. Além disso, o desenvolvimento da inteligência emocional melhora as notas na escola e o engajamento dos alunos, e têm impacto nas relações sociais das crianças, aumentando também a cooperação entre elas. Conforme o RULER, Centro de Inteligência Emocional de Yale (tradução livre), o primeiro passo para desenvolver a inteligência emocional é nomear emoções. E é exatamente esse primeiro passo que o livro “Tenho Monstrinhos na Barriga”  busca trabalhar.

De forma interativa e com atividades para serem feitas com os pais e/ou professores, as crianças poderão explorar seus sentimentos e ainda dividir com os adultos seus sentimentos e suas experiências, através da estória que é contada pelo Marcelo, personagem principal. Além das atividades, as crianças também poderão criar seus próprios monstrinhos e montar os monstrinhos do livro, em forma de um toy art.

Para que essa ideia alcance as escolas do Brasil todo, um teste do livro será feito e distribuído entre os apoiadores do projeto e escolas públicas do Brasil inteiro. A dinâmica de utilização do livro será testada e, com os feedbacks, uma segunda edição será lançada.

Ficou curioso?

Siga @meusmonstrinhos no Twitter

Siga nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/monstrosnabarriga/

E compre o livro no site: www.tenhomonstrosnabarriga.com.br

Related posts:

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

3 thoughts on “Leiam para seus bebês

  1. Helena Kantor 03/07/2016 / 20:30

    Adorei seu vídeo, Tonia, você própria, uma graça e, obviamente, sua idéia também, rssss – agora preciso colocá-la em prática, isto é: levar seu livro com monstrinhos fofíssimos para meus sobrinhos-netos usufruírem!! 🙂
    Para tanto, compro já pelo menos uns 4 exemplares, para serem distribuídos JÁÁÁ, antes que vc me diga que a edição se esgotou, rsss – por favor, NÃÃÃOOOO!!!!!
    Parabéns,
    Helena, ansiosa por ver o produto chegando pelo Correio!!
    Um beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *