Bebê Cabeludo

bebe cabeludo

Dica do Amigo Revisor: Bebê Cabeludo

revisor amigo dos pais de primeira viagemMinha mãe adorava contar estórias de quando eu era criança. Eu, pequenino, ouvia com a maior atenção. Um dia, enquanto temperava o feijão, ela me disse:

– Se eu não tivesse visto você saindo de mim não acreditaria que era meu filho. Parecia um alemão. Todo enrugado e muito, muito cabeludo.

A Milena também nasceu cabeluda. Parecia uma moitinha. Mas bebê é um negócio engraçado, né: de repente, tava que nem uma bolinha de bilhar, porque o cabelo caiu todinho. (A pele também começa a “descamar”, como se a criança estivesse “trocando de pele”.)

Durante um tempão, ela ficou carequinha, carequinha. Eu dizia “ô garoto, vem cá”, porque, na boa, parecia um molecote. Mas, como vocês aí, papais e mamães, já tão carecas de saber (foi mal, não resisti ao trocadilho), quando a gente menos espera a criança já deu um salto no desenvolvimento. Falamos aqui em outras ocasiões sobre as unhas, que crescem rapidamente (a Bia e a Milena parecem animaizinhos belicosos, com suas garrinhas); sobre os dentinhos, que estouram feito pipoca nas boquinhas banguelas; e agora, meus amigos, enfim, HAJA CABELO.

A Milena tá linda, viu. Tem até mullets agora, rs. Reparte o cabelo do lado direito e ostenta uma baita franjona. Mas pergunta se ela curte. Vive afastando a “peruquinha” do rosto, detesta quando a gente mexe, mas acha gozado quando a despenteamos só de farra. Mas já notamos que ela de fato se sente incomodada com o cabelo caindo na nuca, que coça bastante.

Mas se ela não tá bem com a cabeleira, a gente tem de ficar atento. Se o seu bebê também se incomoda com o novo penteado, fique de olho pra ver se ele se coça muito ou fica puxando os cabelos. Ele pode se machucar. Nos dias de calor, passamos um pouco de talco ou um creminho na nuca, pra não irritar a pele. Obviamente, consultem o pediatra para que ele oriente vocês sobre a melhor maneira de fazer seu bebê se sentir à vontade com o novo visual.

E força na peruca!

contribua com o pipipum

Related posts:

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *