Psicologia aplicada

mamãe de primeira viagemUma vez por mês a Bia fica quase uma semana sem comer direito, deixando a mamãe e o papai super preocupados. Assim foi semana passada aqui em casa: Alguns dias comeu bem (até demais) e outros que não tocou na comida, o dia todo.

Claro que você acaba tendo que ouvir: “Tá viciada em peito, desmama que vai comer melhor…”

Respire fundo e acredite em você!

Se o bebê está saudável, é apenas mais uma fase. Seguem alguns motivos que podem fazer a criança não comer bem:

– Dentinho nascendo (o mais recorrente aqui em casa);
– Necessidade de mudança no tipo de comida (se nem adultos gostam de comer sempre a mesma coisa, por que o bebê gostaria?);
– Ambiente não apropriado (é melhor comer todo mundo junto na sala em vez de sozinho na cozinha);
– Necessidade de autonomia (sabemos que a lambança não é legal, mas é preciso, para aprenderem a comerem sozinhos);

Já viu nossos produtos? Da uma Olhada!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Mimimi

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-amamentacao-meme_palpite1
pai de primeira viagem

DICA DO PAPAI: QUANDO OS PALPITES SE REFEREM À AMAMENTAÇÃO, RESPIRE FUNDO E…SORRIA.

A mãe que decide continuar a amamentar o filho depois de um ano sofre muita discriminação e por isso precisa de apoio. Grupos maternos ajudam bastante nessa hora para poder desabafar e não surtar com os palpiteiros.

Acreditamos que o melhor a se fazer nessa hora é lembrar que se trata de uma escolha da mãe e que conta com o apoio da Organização Mundial de Saúde. Se isso não bastar, apenas sorria e acene. Isso mesmo, pois, às vezes, tentar explicar só leva a mais discussão e estresse, sem que haja compreensão.

Ser mãe não é fácil!
contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Semana Mundial da Amamentação

beneficios da amamentacao

Dica da mamãe: Semana Mundial da Amamentação

mamãe de primeira viagemAmamentar faz muito bem tanto para mãe como para o bebê, mas infelizmente algumas mamães ainda precisam se informar muito para poder proporcionar uma amamentação prolongada.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que seja no mínimo até os 2 anos, porém sabemos que na realidade essa manutenção não é muito fácil. Principalmente devido ao fim da licença maternidade ser, muitas vezes, menor que 6 meses.

E, para celebrar esta semana tão especial, no post de hoje teremos dicas de como manter a produção de leite pelo menos até os 6 meses do bebê:

-Ordenhe leite e congele, com data e hora identificadas, para quem for ficar com o bebê poder dar em forma de copinho ou mamadeira (é recomendada a técnica do copinho, que você pode aprender no banco de leite ou aqui).

– Ordenhe no trabalho com bombinha ou a mão se houver local apropriado e coloque em potes de vidro esterilizados (tipo maionese) e em uma geladeira ou saco térmico com gelo para manter resfriado até chegar em casa. Assim você ainda pode dar o leite no dia seguinte. Na geladeira dura 24h e congelado até 15 dias.

-Quando chegar em casa, amamente seu bebê em livre demanda, pois isso ajuda na manutenção do leite a criança “mata a saudade”.

– Quanto mais você retirar o leite, maior a produção.

– Beba muita água. Pelo menos os 2,5 litros normalmente recomendados para quem amamenta.

– Como o estresse reduz a produção de leite, retire-se para um local calmo antes de amamentar ou ordenhar e relaxe. Tome um chá ou um suco ouvindo aquela música que te deixa zen.

– Às vezes, o peito parece murcho e vazio, e você acha que a produção está baixa, mas basta apertar a auréola dos seios para confirmar que estão bem abastecidos. Essa falsa impressão ocorrer porque chega um momento em que a produção se adéqua à quantidade de leite consumida por seu bebê e, com o passar do tempo, vai diminuindo. Mas se você estiver querendo aumentar essa produção tome muita água, chás, sucos e frutas suculentas.

É óbvio que não é fácil manter essa rotina diariamente, mas persista. A recompensa será um bebê mais forte, saudável e uma mamãe com menos risco de desenvolver mastite ou até mesmo câncer de mama.

Para saber mais acesse: Babycenter

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail