Viajando com o bebê

viajando com bebê

Dica do papai: viagem com conforto

pai de primeira viagem

Viagens longas de carro são sempre cansativas, mas se o bebê contribui já é de grande ajuda, né.

E escolher uma cadeirinha apropriada para manter o bebê mais confortável na viagem é fundamental.

Algumas cadeiras contam com mais de um ponto de inclinação e um sistema de acionamento muito leve. Assim, caso a criança durma, o motorista consegue inclinar o dispositivo de retenção de crianças (DRC) sem sair do lugar.

Mas e se no meio do caminho… pipi e pum!? 😞

Nesse caso, a capa do estofado deve ser removível e lavável. Verifique se o sistema de ajuste do cinto tem um botão para destravamento e ajuste da cadeira ao corpo da criança.

Enfim, as cadeiras infantis para automóveis não só são obrigatórias, pelo Código Brasileiro de Trânsito, como também a única forma de garantir a segurança do seu filho no interior do veículo.

cadeirinhas de carro

Salvar

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Hora de quietinho

bebe dormindo no berço

Dica da mamãe: inquietação

mamãe de primeira viagemDepois de toda a canseira, você finalmente põe o bebê para dormir no berço. É aquela cena linda de comercial de TV: bichinhos fofinhos, bebê embrulhadinho como uma boneca. Você apaga as luzes e sai com a sensação de dever cumprido.

Só que o bebê passa o dia inteiro engatinhando para tudo quanto é lado. Faz uma grande bagunça na casa toda e quando chega a hora de dormir você acha que ele finalmente vai ficar ali, quietinho, dormindo bonitinho… Só que não.

Até dormindo o bebê é inquieto!

Alguns minutos depois, você volta para ver se está tudo bem e parece até que houve um furacão no berço. Como pode uma criaturinha tão pequena fazer tamanha zona!

O jeito é se acostumar, pois eles são assim mesmo. E o incrível é que até dormindo eles conseguem nos fazer sorrir!

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Hora de mimir… pra quem?

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-3-da-madrugaDica do Amigo Revisor: Bêbado… de sono.

revisor amigo dos pais de primeira viagemOutro dia estava aqui na frente do computador fazendo o meu serão de sempre (corrigindo os textos da Família Pipipum) e me deu um baita sono. Mas um baita sono. Eu me peguei lendo a mesma linha de texto duas, três, quatro vezes, mas não conseguia entender do que se tratava. Em algum momento me distraí e, quando percebi, havia escrito daslkgsdfasdh~lgsaf. Tomei um susto: eu havia cochilado enquanto digitava. Ou seja, deu a minha hora e eu tava lá, lutando pra permanecer desperto, mas não dava mais, pessoal. Achei melhor marcar o texto e ir dormir, pra prevenir “acidentes”.

Mas o bebê acha melhor ficar acordado. Sempre vai achar. E dormir que nada: agora que ficou de pé e consegue andar direitinho, a Milena não quer outra vida. E chega um momento do dia em que ela começa a dizer “Rua, RUA”, e a gente diz “Dormir, DORMIR”. Ela quer mais é correr por aí. Ontem mesmo estava perturbando pra dar uma volta, mas (além do tempo ruim, muito frio e chuva) era indisfarçável aquela vontade cada vez mais irresistível de fechar os olhos (e, com sorte — NOSSA sorte –, só acordar no dia seguinte). Mas ela resistia. Sempre resiste. Quando o sono aperta, ela começa a trocar os pés, se apoiar nos móveis e, vez ou outra, cair sentada. “Vamos DORMIR”, a mãe dizia, “você tá com sono, garota”, e pegava a guria no colo, mas COMO a Milena se debatia, meus amigos, parecia querer fugir da cadeira de um dentista açougueiro.

Mas o bebê tem que dormir, pro papai e a mamãe também conseguirem dormir mais tarde. Por mais que a criança insista em ficar acordada, “brigando” com o sono, é importante que durma na hora certa. Da mesma forma que não é bom dormir cedo demais, tarde demais também obriga os pais a continuarem acordados, além de alertas com os “perigos de colisão”: ontem a Milena deu uma trombada no rack da casa da vovó que fez a gente quase enfartar de susto. Ou seja, essa insistência acaba desregulando o sono de todo mundo — e, eventualmente, causando alguns hematomas…

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Papai Bolt

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-bolt

Dica da mamãe: Vitória diária.

mamãe de primeira viagemQuem assistiu as olimpíadas, viu que foi realmente muito emocionante cada vitória conquistada pelos atletas nas diversas modalidades.

Aqui, em casa de pais de primeira viagem, a mais emocionante das vitórias é na batalha do sono do bebê.

Vai dizer que não?

Cada noite é uma batalha completamente diferente da outra. Quando você pensa que já sabe tudo… BUM! Novo mês, novas regras. Rs.

A dica de hoje é… Paciência, criatividade para criar uma nova rotina todo mês e atenção para as mudanças que acontecem com seu bebê, para que possa perceber quando está hora de mudar.

Mesmo assim a vitória ainda não está garantida, mas o importante é competir. 😉

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Calorentos

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-termicaDica da Mamãe: Para eles, quanto mais frio melhor.

mamãe de primeira viagemA gente costuma achar que os bebês, por serem muito delicados, devem estar sempre supercobertos e com muitas peças de roupa na hora de dormir, mas com a Bia não é assim: ela é calorenta como o pai e, se eu deixar, eles dormem todos os dias com o ar-condicionado ligado.

E eu fico sempre morrendo de frio.

Os bebês geralmente choram quando estão com calor devido ao desconforto. Por isso, para saber se o bebê está com frio ou calor, deve-se sentir a temperatura do corpo por baixo da roupa, de forma a verificar se a pele está fria ou quente.

Se o bebê estiver com a barriga, o peito, as costas e o pescoço suados, provavelmente está com calor e, por isso, deve-se retirar uma camada de roupa.
contribua com o pipipum
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail