Quando o tempo esfria…

bebe dodói com resfriado

Dica da mamãe: Mantenha a calma!

mamãe de primeira viagemCom a chegada do frio, a Bia pegou seu primeiro resfriado. Por ela não ter febre e continuar alegre, sabia que não era nada de mais. No entanto, liguei pra pediatra, já que, como pais de primeira viagem que somos, não sabíamos muito bem o que fazer. Pelas informações que passei, ela disse que era melhor não dar nenhum remédio, apenas limpar o nariz com um soro de spray que recomendou e aguardar. Foi o que fiz.

Durante o dia, tudo tranquilo, mas à noite… Ela engasgava, tossia e eu me desesperava.

Um amigo médico veio visitar a gente e falou que não era nada de mais. Relaxei. Mas aí vieram outros conhecidos e tacaram o terror. “Leva na pediatra, ela pode ter bronquite”; “Cuidado que pode virar pneumonia”; “Parece que tá com catarro no pulmão”… Minha tranquilidade foi pro espaço. Fui ficando cada vez mais nervosa e neurótica, mas a Bia continuou na dela, sempre sorrindo e de boa. Quase fui numa emergência à noite, mas o papai, que estava mais calmo, me conteve. Então marquei a pediatra.

Resultado: realmente não era nada, nem febre a Bia teve. Estava ótima. A pediatra passou outro soro pra limpar melhor o nariz, um “sugador de meleca” e pronto!
Bia dormiu como um anjinho. E eu fiquei muuuuito mais relaxada. Mas é impressionante como um simples resfriado pode fazer surgir uma mãe neurótica!

Então a dica do dia é: tranquilidade, antes de tudo. Não é preciso correr pra emergência por causa de um resfriado, mas marque um pediatra pra tirar qualquer dúvida sobre como proceder nesses casos, para que seu pimpolho consiga dormir melhor.

(E, no fim das contas, quem realmente ficou mal foi o papai, que caiu de cama por dois dias…)

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail