Talheres infantis

introdução alimentar blw

mamãe de primeira viagemTenha paciência!

Uma hora eles aprendem a usar corretamente os talheres ;

O importante é eles estarem bem alimentados!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Alimentação após a gravidez

alimentação após gravidez

mamãe de primeira viagemA chegada de uma criança é um furacão na vida do casal, mas uma outra grande mudança acontece na geladeira.

Quando são só os dois, um sanduíche resolve o almoço e uma pizza o jantar. A preguiça costuma reinar a casa, vai dizer que não?

Mas com um recém nascido e a necessidade de uma alimentação melhor, ter sempre legumes e frutas fresquinhas na geladeira contribui muito para evitar cair nos alimentos industrializados que na correria do dia a dia são mais práticos.

As idas a mercados e feiras tornam-se uma obrigação e sei que é um tanto chato, mas lembre-se sempre que uma boa alimentação da criança e dos pais (tal mãe tal filho) irá definir o paladar dela pro resto da vida.

É com muito orgulho que com apenas 18 meses já vejo que a Bia prefere brócolis a pizza! E toda vez que vê qualquer coisa verde no prato, é por ali que ela começa. Foi difícil claro, mas já posso ver os resultados o que me incentiva mais ainda a permanecer saudável de agora em diante!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Tabela nutricional (segundo a Bia)

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-dia-nutriDica da mamãe: Ao gosto do bebê

mamãe de primeira viagemA Bia está com 8 meses e percebemos que ela já tem algumas predileções alimentares. Notamos, por exemplo, que ela curte brócolis, beringela e chuchu, e rejeita carne, abobrinha e batata-doce.

A pediatra explicou pra gente que é muito importante introduzir a maior variedade possível de alimentos, até aqueles de que nós mesmos não gostamos! Assim, o bebê irá se acostumar com os mais diversos sabores desde cedo. Porque conhecendo o sabor dos alimentos ele terá mais chances de se alimentar de forma mais saudável no futuro.

Mesmo que o bebê não demonstre interesse por essa ou aquela comidinha, insista sempre, pois em algum momento ele pode mudar de ideia. 😉

Mas, é importante lembrar, há muita coisa que não é recomendada para bebês de menos de 1 ano: açúcar refinado ou mascavo, mel, chocolate, laticínios, leite fermentado, biscoitos ou bolachas doces e recheadas, café, embutidos (presunto, salsicha, peito de peru), refrigerantes, sucos adoçados, entre outros.

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Baby Lead Weaning

pais-de-primeira-viagem-bebe-gravidez-amamentacao-introducao-alimentar

Dica da Mamãe: Introduzindo novos sabores.

mamãe de primeira viagemVocê já deve ter visto muitos vídeos engraçados sobre introdução alimentar, mas não imagina como é cansativo. Você fica uma hora preparando a refeição e quando vai dar a comidinha o bebê não come nada e ainda se lambuza todo.

Infelizmente, sobre a parte da bagunça, não há muito o que fazer. Com relação à introdução alimentar, no entanto, a história é outra! Chegou há pouco tempo no Brasil o método “Baby Lead Weaning”, que é a introdução aos alimentos guiada para o bebê de forma que ele sinta a textura, o sabor, o cheiro da comida e decida o quanto quer comer. Preciso dizer que está sendo um sucesso!

Se você pensar que tudo que o bebê pega vai parar na boca, daí já se vê como essa técnica tem potencial. Basta cortar frutas e legumes no formato de tiras que caibam na mãozinha do bebê. Na cadeirinha, você pode colocar os alimentos diante dele. A dica aqui é começar com um alimento por vez, para o bebê não ficar confuso.

Muita gente fica com medo de o bebê se engasgar, mas pode ficar tranquilo: ele tem o reflexo de tossir e cuspir quando o pedaço é grande. Mas é sempre bom, até para quando a criança crescer, saber a técnica de resgate.

Outros pontos positivos do BLW é que ao se acostumar com os sabores dos alimentos o bebê terá menos dificuldade para se alimentar quando estiver maiorzinho. Além disso, enquanto as papinhas disfarçam os sabores dos alimentos, o BLW prega o oposto. Você irá se surpreender em como ele gostará de quase tudo.

Algumas dicas importantes:
– maçã, pera e outros alimentos mais durinhos você pode raspar e colocar por cima da própria fruta para o bebê comer, mesmo ele não conseguindo mastigar;
– carne: dê pedaços grandes para o bebê “sugar”;
– melancia é uma ótima pedida pra começar;
– dê água ao invés de sucos;

IMG_20160509_163101634
Primeiro dia de introdução alimentar da Bia.

Para saber mais, acesse: http://www.babyledweaning.com

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail