Lançamento do livro Pipipum

livro pipipum ilustrado
Convidamos a todos para o lançamento do nosso primeiro livro que ocorrerá no dia 18 de novembro às 16h no Balaio que é pertinho do metrô.

ATENÇÃO: GARANTA O SEU PELO SITE DA EDITORA:
https://editoramultifoco.com.br/loja/product/pipipum/

Teremos espaço Kids e docinhos para os primeiros a chegar 😉

Aguardamos vocês lá!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Entretendo o Bebê no trânsito

entretendo o bebe no transito

Dica da mamãe: Entretendo o Bebê no trânsito.

mamãe de primeira viagemE aí estamos numa longa viagem de carro quando o bebê fica entediado, mesmo estando bem confortável e seguro na cadeirinha…

O ideal é tentar programar a soneca para a hora da viagem, ou seja, brinque com o bebê antes de entrar no carro e tente mantê-lo acordado. Assim, quando o colocar na cadeirinha, ele já estará sonolento.

Mas uma hora ele vai acordar, então previna-se:

  • Mantenha por perto biscoitinhos, bolachas ou algo parecido para que o bebê possa ficar entretido mastigando.
  • Tenha à mão uns brinquedinhos de apertar e fazer barulho (desespero dos pais e diversão garantida para os pequenos).
  • Coloque músicas divertidas ou equipamentos audiovisuais acoplados no banco de trás com vídeos infantis. (Nós éramos contra até fazer a primeira viagem. A vida materna é cheia de surpresas…)

Dica: Às vezes, basta apenas trocar de música para que o bebê pare de chorar. Resumindo, tente fazer com que a viagem seja divertida, programe algumas paradas e converse com seu bebê ao longo do caminho.

Mas muito cuidado! Se o bebê chorar muito, evite virar para trás para tentar acalmá-lo. Muitos acidentes acontecem dessa forma. O melhor é parar o carro e ver o que está acontecendo.

segurança no trânsito

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Viajando com o bebê

viajando com bebê

Dica do papai: viagem com conforto

pai de primeira viagem

Viagens longas de carro são sempre cansativas, mas se o bebê contribui já é de grande ajuda, né.

E escolher uma cadeirinha apropriada para manter o bebê mais confortável na viagem é fundamental.

Algumas cadeiras contam com mais de um ponto de inclinação e um sistema de acionamento muito leve. Assim, caso a criança durma, o motorista consegue inclinar o dispositivo de retenção de crianças (DRC) sem sair do lugar.

Mas e se no meio do caminho… pipi e pum!? 😞

Nesse caso, a capa do estofado deve ser removível e lavável. Verifique se o sistema de ajuste do cinto tem um botão para destravamento e ajuste da cadeira ao corpo da criança.

Enfim, as cadeiras infantis para automóveis não só são obrigatórias, pelo Código Brasileiro de Trânsito, como também a única forma de garantir a segurança do seu filho no interior do veículo.

cadeirinhas de carro

Salvar

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Hora de quietinho

bebe dormindo no berço

Dica da mamãe: inquietação

mamãe de primeira viagemDepois de toda a canseira, você finalmente põe o bebê para dormir no berço. É aquela cena linda de comercial de TV: bichinhos fofinhos, bebê embrulhadinho como uma boneca. Você apaga as luzes e sai com a sensação de dever cumprido.

Só que o bebê passa o dia inteiro engatinhando para tudo quanto é lado. Faz uma grande bagunça na casa toda e quando chega a hora de dormir você acha que ele finalmente vai ficar ali, quietinho, dormindo bonitinho… Só que não.

Até dormindo o bebê é inquieto!

Alguns minutos depois, você volta para ver se está tudo bem e parece até que houve um furacão no berço. Como pode uma criaturinha tão pequena fazer tamanha zona!

O jeito é se acostumar, pois eles são assim mesmo. E o incrível é que até dormindo eles conseguem nos fazer sorrir!

contribua com o pipipum

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Bebê atriz

maternidade e paternidade

Dica do papai: Não é não.

pai de primeira viagemDescobrimos recentemente que temos em casa um atriz digna de ganhar um Oscar. Quando ela quer alguma coisa que não achamos apropriado, ela inicia uma atuação de sofrimento que comove a qualquer um.

Chora, grita, faz pose de sofrimento, soluça como se alguém tivesse morrido.

Comovido, você pensa: Só um pouquinho não faz mal! Então, entrega o objeto tão desejado. No mesmo momento um largo sorriso de vitória se abre e você fica se sentindo totalmente manipulado. Um sentimento que mistura orgulho e vergonha. Até eu, que sou mais durão, vivo caindo nessa atuação algumas vezes.

Esta é uma fase em que os bebês começam a testar seus limites: se eu chorar muito, será que consigo o que quero? Consegui! Então vou fazer isso sempre!

Com mais ou menos um ano, o bebê já entende muito o que acontece a sua volta, mesmo que ele ainda não consiga falar propriamente. Então porque não obedece a gente quando dizemos não? Porque ainda está muito entretido com nossas  reações quando faz algo que sabe que não pode. Além do mais dizemos não pra tudo.

E isso faz o peso da palavra diminuir. Então, para valoriza-la melhor, escolha os momentos que são realmente perigosos e com as outras situações, apenas explique ao bebê porque não é muito bom ele fazer isso ou aquilo.

E outra dica é, se algo não for realmente perigoso, deixe o bebê explorar com você por perto, pois eles perdem o interesse muito rápido quando vêem que você permite.

contribua com o pipipum

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail